texto-bemvindo

Ouvi falar de um lugar encantando
que tem bem no coração do Delta
onde deságua o grande Parnaíba
Rio de largos braços que aperta
o olho deslumbra,
e a vista não aquieta
Cheio de muito bicho e mistério
Na água, na mata e na terra,
falo sério!

Meu povo advindo de todo lugar
Abra seu peito e clarei sua mente
prepare sua alma pro
que vem pela frente
Lhe apresento essa Ilha chamada Caju
Pedaço de terra que quebra tabu
Ilha rica de tudo que pode imaginar
É bicho, duna e mata num só lugar.

O vento assopra de tudo que é rumo
É tanta beleza de frente pro mar
a gente nem sabe por onde começar
Se pelo pássaro cantador no ninhal
ou se pelas frutas do cajual
Bem cedo tem o céu azul de anil
E tanto faz se é março ou abril

Bem de tarde tem o vermelhão do sol
retrato mais belo que esse eu não vi
é tanta lagoa e muito mais colibri
que agradeço a Deus em
chegar por aqui
De noitinha que vem
com lua e estrela
moço, a vista num cansa
de tanta beleza.
Mas eu tô no Caju,
não precisa surpresa!

madeira-esquerda